“O que fica” estreia em Gramado

Daniella Saba em set de "O que fica"

A diretora Daniella Saba no set de “O que fica” (Foto: Gabriela Gauziski)

 

“A vida de Jimena, uma mulher amarga e solitária, sofre uma reviravolta quando seu pai retorna repentinamente após 30 anos e deixa sob seus cuidados um cachorro paralítico”.

 

O enredo serviu de base para a realização da coprodução do curta-metragem entre Brasil e França. A parceria entre Preta Portê Filmes e La Voie Lactée, além do suporte do MinC, contou com recursos do CNC (Centre National du Cinéma et de l’Image Animée) e de outras entidades francesas como Regions Alsace and Urban Community of Strasbourg, Adami e Procirep-Angoa.

 

O filme, escrito e dirigido pela brasileira Daniella Saba, foi rodado durante dez dias em Estrasburgo, França, e teve todo o trabalho de pós-produção realizado no Brasil.

 

“O processo de coprodução não é tão simples como as pessoas podem imaginar. Estamos falando de duas culturas; dois países com processos de produção diferentes. Mas nós tivemos, desde o início, grande afinidade artística. Tanto nós quanto eles buscávamos o mesmo filme, o que facilitou bastante que equalizássemos os trabalhos para a sua realização”, explica Juliana Vicente, que, além de produtora, dirige a Preta Portê Filmes.

 

Além de Daniella e Juliana, o diretor de Fotografia, Otávio Pupo, e a figurinista, Maíra Mesquita, fizeram parte da equipe brasileira que participou das filmagens na França. Em contrapartida, durante a pós-produção, o montador, Kevin Bily esteve no Brasil, assim como a atriz argentina, e protagonista, Ana Katz.

 

“Trabalhar com a Ana foi um dos maiores presentes que eu pude receber. Eu já era uma grande fã dela como atriz e diretora, o papel foi escrito pra ela, que foi extremamente generosa e dedicada. Além de uma pessoa maravilhosa, é uma excelente profissional. Com Jean-Pierre, Leonor, Lucas e Fayssal não foi diferente. Cada um à sua maneira trouxe uma cor nova ao filme. Sempre com dedicação, carinho, respeito e muito trabalho”, conta Daniella Saba.

 

Oquefica_blog_3

A atriz argentina Ana Katz durante filmagens em Estrasburgo (Foto: Gabriela Gauziski)

 

Onde assistir ao filme:

 

42º Festival de Cinema de Gramado

Mostra Competitiva de Curtas Brasileiros

Exibição dia 14/08, às 19h

 

25º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo

Museu da Imagem e do Som • dia 26/08, às 21h

Espaço Itaú de Cinema • dia 27/08, às 17h

Cine Olido • dia 30/08, às 19h

 

Ficha técnica

O QUE FICA (CE QU’IL RESTE)

Direção: Daniella Saba

Classificação: Livre

Idiomas: Francês e Espanhol

Duração: 20 min

Produção: Juliana Vicente (Preta Portê Filmes) e Nathalie Algazi (La Voie Lactée)

Roteiro: Daniella Saba

Elenco: Ana Katz, Jean-Pierre Igoux, Fayssal Benbahmed, Lucas Perruche, Leonor Galindo Frot

Direção de Fotografia: Otavio Pupo

Direção de Arte: Valérie-Elder Fontaine

Trilha Musical: Joana Brito

Direção de Som: Aline Huber, Martin Sadoux

Edição de Som: Vitor Motter

Montagem: Kevin Bily

Blog da Preta

Fique ligado nas novidades!
annak_blog

Ganhe um livro de José Roberto Aguilar!

Curta a página do filme no Facebook e participe da promoção!

mais
08

Diário do Pantanal

Imagens, textos e sons dos bastidores de Escola das Águas – O Desafio Pantaneiro

mais
escola_thumb_site

Estreia hoje Escolas das Águas

Veja os horários de exibição, o teaser e conheça um pouco mais sobre o documentário exibido no Canal Futura.

mais

Quem somos?

A Preta Portê Filmes é uma produtora de cinema e conteúdo audiovisual para TV e outras mídias. Navegue pelo site e conheça mais sobre o nosso trabalho!

Onde estamos?

Exibir mapa ampliado

Rua General Góis Monteiro, 301 • Perdizes

São Paulo • SP • Brasil

Tel: + 55 11 2507 3503 / 2507 3506

contato@pretaportefilmes.com.br